sábado, 28 de maio de 2011

Frio de inverno










E nem ao menos uma poesia...
O sol da manhã não me traz alegria.
Frio está neste tempo de inverno
E gelado tornou- se até o meu inferno!

Sinto falta d'um tanto de fogo,
D'um dia de verão que não chegou de novo...

Eu grito por sol, tremendo a clamar.
Eu sei que está lá em algum lugar,
Mas é tão longe o astro alcançar
Este vento gélido a me congelar!

Falta-me poesia,
Sobra-me melancolia...

Na inércia de tempos gelados
Que imobilizam meus movimentos,
Meus pensamentos.
E tudo o que enxergo é este dia nublado,
Este céu nevoento sem ninguém ao lado...

Tatiane Sales
(Minha poesia)

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário